Criança de 11 anos morre em acidente de ônibus escolar em Visconde do Rio Branco

Uma fatalidade deixou a população de Visconde do Rio Branco em choque nesta quarta-feira (11). Uma criança de 11 anos morreu após sair da aula e adentrar no ônibus escolar sentido a sua casa. Tudo indica que o acidente tenha acontecido quando o menino colocou a cabeça para fora da janela, vindo a chocar-se em um poste.

menino 2

O acidente ocorreu por volta das 11h30min desta quarta feira (11).

A vítima Francisco Antônio Candido era aluno do Colégio Municipal Rio Branco e de acordo com relatos do motorista a polícia, por várias vezes ele chamou a atenção das crianças por estarem “brincando” de colocar as mãos e a cabeça para fora da janela.

O motorista transitava pela Av. Prefeito Ruy Bouchardet e declarou aos policias que dirigia sentido bairro/centro quando uma das crianças o abordou e disse que um dos colegas estava pendurado na janela. Mediante a esta informação, o mesmo parou o veículo e dirigiu-se até o menino acreditando que ele estivesse passando mal, mas ao se aproximar, percebeu uma lesão em sua cabeça com grande volume de sangue. O SAMU foi acionado, mas a criança não resistiu e morreu no local.

Prefeitura emite nota oficial de esclarecimento no facebook        

“Nota Oficial de Esclarecimento

11 de fevereiro de 2015

A Prefeitura de Visconde do Rio Branco informa que por volta das 11h30 de hoje ocorreu um acidente com o ônibus que transporta os estudantes do Colégio Municipal Rio Branco, que trafegava pela Avenida Prefeito Ruy Bouchardet, envolvendo um aluno do 6º ano amarelo. Lamentavelmente o jovem estudante veio a falecer no local.

A Prefeitura lamenta profundamente o ocorrido, e solidarizada está prestando toda a assistência à família da vítima, bem como apoiará os órgãos responsáveis na investigação sobre o fato.

Além disso, será aberta uma sindicância interna para apurar as responsabilidades e causas do acidente. Reafirmando o compromisso com a segurança dos estudantes rio-branquenses, com a assistência aos familiares e a busca de melhorias para que fatos como este não voltem a se repetir em nossa cidade.”

ENTRE NA REDE FATO!