Culpado de receptar gasolina roubada confessa novo delito

Por Higor Siqueira

Há aproximadamente duas semanas, o empresário Francisco de Assis Brigido Nunes Neto foi preso por receptar 1.200 litros de gasolina roubada, em uma ação conjunta da Polícia Civil com a Polícia Militar. Agora, no andamento da investigação do caso, o acusado informou em interrogatório sobre outra mercadoria, também roubada, que ele havia receptado antes de ser preso.

Trata-se de uma carga no valor aproximado de 50 mil reais em óleo lubrificante para automóveis, roubada de uma empresa chamada ARCOLUB, que fica localizada em Arcos, região centro-oeste de Minas Gerais. O caminhão com a carga foi roubado no dia 30 de Maio, e a Policia Rodoviária o localizou em Congonhas.

A carga de óleo foi entregue por um caminhão a pedido de Francisco na última quinta (10) na Delegacia de Polícia e a empresa vítima no caso irá reconhecer o material roubado. Francisco continua preso, aguardando a audiência onde seus crimes serão julgados. A audiência ainda não tem data marcada.

A Delegacia Especializada de Investigação Antidrogas e Homicídios, sob o comando do Delegado Dr. Rafael Gomes de Oliveira, identificou a vitima do roubo e apreendeu mais uma parcela da carga roubada.

ENTRE NA REDE FATO!