Farsa da Boa Preguiça: segunda temporada em Ubá neste final de semana

Por Higor Siqueira

Fotos: Gabriela Moreira

_MG_3505

Foto: Gabriela Moreira

Essa vai para aqueles que querem uma boa sugestão de programa cultural para o final de semana. E também para aqueles que sempre apontam Ubá como uma cidade sem coisas legais para se fazer, mas nunca estão ligados nas atividades culturais que costumam acontecer por aqui. Neste sábado 30 e domingo 31 tem teatro no SESI. O grupo Mutum irá se apresentar com o seu último espetáculo, a comédia “Farsa da Boa Preguiça”, em sua segunda estadia na sala de teatro da instituição.

O elenco conta com Fabiano Martins, Sueli Sanseverino, Stéfany Dias, Cassiano Camisão, Polly Magoo, Fernando Cruz, Filipe Ruffato e Celso Moreira. O diretor do espetáculo também faz parte do time de atores, o Cassiano Camisão, e ele nos contou alguns detalhes sobre o processo de criação e a história da peça em si:

_MG_3639

Foto: Gabriela Moreira

“O espetáculo é uma adaptação do livro homônimo de Ariano Suassuna, escrito na década de 60, que conta a história de Joaquim Simão (Fabiano Martins), um poeta de cordel, preguiçoso, casado com a religiosa Nevinha (Sueli Sanseverino), que tenta convencer o marido a trabalhar. Na mesma vila moram Aderaldo Catacão (Cassiano Camisão), muito rico e avarento, e sua esposa Clarabela (Stéfany Dias), mulher pseudo-intelectual. O casal possui um relacionamento aberto, Aderaldo é apaixonado por Nevinha e Clarabela se insinua para Simão. Três demônios fazem de tudo para que caiam no pecado. Enquanto dois santos tentam intervir, Jesus Cristo observa e avalia toda a situação. A adaptação feita para a concepção do espetáculo é resultado de uma série de pesquisas realizada pela companhia sobre as linguagens utilizadas no teatro popular, passando por elementos da Commedia Dell’Arte e o Teatro Mambembe, assim como a utilização do teatro de máscaras, resultando em uma montagem onde se explora o uso de elementos simples, como a utilização do bambu como base de cenografia, os degrades de cores fundamentais nos figurinos, entre outros. Os próprios atores cantam, dançam e tocam diversos instrumentos como violão, escaleta e percussão”.

O Mutum, assim como outros grupos independentes de nossa cidade, compareceu recentemente a alguns festivais de teatro da região e a “Farsa da Boa Preguiça” rendeu alguns prêmios para o grupo. No 9° Nepopó, o Festival de Teatro de São João Nepomuceno, eles ganharam os prêmios de “Melhor Cenário” e “Melhor Direção” na categoria “Comédia”, e em Peçanha, uma cidade que fica na região leste do estado de Minas Gerais, eles foram, se apresentaram, receberam indicações para “Melhor Cenário” e “Melhor Figurino” e trouxeram para casa o troféu de “Melhor Trilha Sonora”.

Cassiano diz que a nova temporada de apresentações da peça terá um peso ainda maior, devido a morte de Ariano Suassuna, escritor do texto original da peça, no último dia 23 de julho. Ariano é conhecido por diversas obras, incluindo O Auto da Compadecida e O Santo e a Porca. “Escolhemos encenar essa peça em homenagem a ele, por tudo que fez pela arte no Brasil e pela pessoa fabulosa que foi. Infelizmente nos deixou, mas suas obras e sua vida serão sempre lembradas. Dedicaremos essa temporada a Ariano Suassuna” declara.

Lembrando que as apresentações irão acontecer neste final de semana, dias 30 e 31. O preço da entrada é R$7,00, os ingressos serão vendidos na portaria do SESI mesmo e o espetáculo começa às 20h00. Boa diversão!

ENTRE NA REDE FATO!