Frutas e verduras auxiliam na perda de peso? Convidamos a nutricionista Verydiana Condé para desmitificar algumas questões

Consumidas de maneira correta, as frutas e verduras são ótimas estratégias para quem deseja perder aqueles quilinhos indesejáveis. No entanto, será que elas realmente potencializam o emagrecimento de forma diferenciada? Como este processo ocorre?

De acordo com a nutricionista Verydiana Condé, tais alimentos “ajudam a acelerar o metabolismo, impulsionam queima de calorias e controle de peso corporal, promovem saciedade, oferecem vitaminas, minerais, fibras e outros nutrientes, fornecem energia, estimulam o funcionamento do intestino e também são capazes de diminuir níveis de colesterol no sangue”.

dscn4331

Verydiana Condé, nutricionista.

Todas as frutas contêm propriedades importantes à saúde, porém, podemos destacar as vermelhas, também conhecidas como “berries”. De acordo com especialistas, elas têm um poder maior no processo de emagrecimento. “As frutas vermelhas são ricas em antioxidantes, como antocianinas e flavonóides, além de concentrar alto teor de vitaminas C e E. Essas substâncias são responsáveis por neutralizar a ação dos radicais livres, podendo atuar também na redução do colesterol, prevenção de doenças cardiovasculares e no fortalecimento do sistema imunológico. A quantidade diária de consumo varia de acordo com cada paciente. Uma boa opção é comê-las para substituir doces, haja vista que são adocicadas e muito mais saudáveis. As mais procuradas são: morango, amora, cereja, framboesa, uva e mirtilo (blueberry)” – ratifica Verydiana.

Segundo ela, a ingestão das frutas deve ser realizada in natura ou na forma de sucos variados, encaixando-se nos horários como café da manhã, lanches entre as principais refeições, além de serem boas opções de ceia. Já as verduras devem estar presentes no almoço, jantar e também em alguns lanches, aumentando o valor nutricional e a saciedade.

No entanto, a nutricionista alerta alguns cuidados: “Todos os alimentos em excesso podem ser prejudiciais à dieta, até mesmo frutas e verduras, independente da finalidade do plano alimentar. É importante saber a quantidade correta a ser consumida, pois ela é estipulada de acordo com necessidades individuais e específicas, levando em conta gostos particulares, hábitos culturais, rotina diária, doenças, exercícios físicos e objetivos a serem alcançados, para atingir resultados satisfatórios e benéficos à saúde. O recomendado é ingerir no mínimo três porções de frutas diariamente. Com relação às verduras e legumes, deve-se incluir pelo menos dois tipos diferentes em cada refeição principal, sempre acompanhadas de uma proteína” – ressalta.

Para quem realiza atividade física, a especialista nos explica que há alimentos que podem auxiliar. “A banana, por exemplo, além da praticidade, variedade e baixo custo, também possui excelente valor nutricional, é fonte de carboidrato (energia), potássio (auxilia na contração muscular), repõe o sódio e sais minerais, ajuda a evitar o surgimento de câimbras e previne a perda de massa muscular. Ou seja, uma mistura única de nutrientes, carboidratos e antioxidantes que serve de suporte durante a atividade” – indica.

E como a prática de exercício físico aumenta as demandas nutricionais, Verydiana orienta que uma alimentação saudável é imprescindível para se recuperar do esforço, preparar os músculos e repor a perda de nutrientes. A dieta deve ser equilibrada, completa, balanceada, atender as recomendações e suficiente para a manutenção da saúde e garantia de bons resultados, como emagrecimento, ganho de massa muscular e melhora do rendimento/disposição.

“A reeducação alimentar, aliada a atividade física é, sem dúvida, a melhor maneira para emagrecer com saúde. É preciso fazer adaptações saudáveis no dia a dia, garantindo ao corpo ingestão de todos os nutrientes necessários para seu bom funcionamento” – encerra.

ENTRE NA REDE FATO!