Minha palavra para 2015: ESPERANÇA – Por Carla Machado

2014 já está se despedindo de nós! Neste momento, já tem muita gente criando listas de desejos para o próximo ano, fazendo planos de emagrecer, ganhar dinheiro, encontrar um novo amor, voltar aos estudos, mudar de vida, mudar de hábitos, mudar de carro, enfim, começar ou recomeçar algo.
Nessas horas, lembro-me sempre do poeta mineiro Carlos Drummond de Andrade, que em seu poema Cortar o Tempo começa dizendo:

Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança
fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
[…]

O poeta itabirano, ao longo de seu texto, destaca a importância de renovar todas as esperanças, para ele, este substantivo abstrato é o que nos move, nos faz desejar viver, nos impulsiona para novas conquistas, por isso a importância de renová-lo ao final de 364 ou 365 dias, é como se ao longo de um caminho tortuoso, pudéssemos parar, tomar um banho, uma água, descansar por uns minutos e ganhar forças para continuar acreditando na chegada.Pomba
A esperança é, dessa forma, a crença na possibilidade de vencer os nossos obstáculos pessoais e seguir em frente, “com a cabeça erguida e o coração aberto”. Ter esperança é diferente de esperar, o verbo esperar dar a ideia de algo imóvel, imutável, é como se sentássemos em algum lugar e ficássemos vendo o tempo passar, como se não fossemos responsáveis por nossas ações, como se elas incidissem sofre nós e nós estivéssemos passivos a tudo.
Ter esperança é diferente disso, ter esperança é acreditar, ter fé, é querer tanto algo que somos capazes de correr atrás do que queremos. Por isso, eu espero, espero não, tenho esperança de que a palavra esperança seja a palavra de 2015. Porque, como dizem por aí: ela é a última morre. A gente pode acabar o ano desanimado, cansado, desiludido, achando que nada deu certo, mas o primeiro de janeiro vem reacendendo a fé e aí voltamos a colocar nossas expectativas na vida e começamos a acreditar novamente que tudo vai dar certo, voltarmos a ter ESPERANÇA.
E aí, conforme o poema de Drummond:
[…]
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez
com outro número e outra vontade de acreditar
que daqui para adiante vai ser diferente…
[…]

Com essa renovação impulsionada pela visão da primeira página do calendário, sabendo que teremos mais trezentas e tantas novas páginas para escrever, nos sentimos mais fortes, reavivamos nossos planos e voltamos a acreditar na vida, nos sonhos e nos desejos. Com a esperança renovada, queremos dividir nossas conquistas com os outros, e é assim que Drummond termina seu poema:

[…]
…Para você,
Desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.
Para você,
Desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder emocionar.
Para você neste novo ano,
Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
Que sua família esteja mais unida,
Que sua vida seja mais bem vivida.

Gostaria de lhe desejar tantas coisas.
Mas nada seria suficiente…
Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto,
ao rumo da sua FELICIDADE!!!

Termino esta coluna desejando a todos que a esperança seja renovada e que 2015 seja o ano das conquistas, dos encontros, dos desejos e da ESPERANÇA de muitas realizações.
Até a próxima!

ENTRE NA REDE FATO!