O Brasil já perdeu essa Copa!

Por Wellington Netto

Considero forte o tema dessa crônica, porém, considero ainda mais forte o sentimento de pesar pelo alto preço que ao final vamos todos pagar. De fato, devemos ser otimistas e acreditar que seremos pós copa os mais beneficiados diante dos bilhões investidos nessa Copa do Mundo, porque realmente é para o mundo inteiro, menos aos brasileiros.

Estádios feitos em estados onde a maior liga da região leva cerca de 2 mil torcedores ao estádio e ainda assim se gasta aproximadamente R$1 bilhão na construção de um mega estádio que certamente se tornará um “elefante branco” e dará lugar a entulhos e quem sabe criação de animais.

Um país que revitalizou regiões já consideradas nobres em todos os estados dando a donos de hotéis uma valorização ainda maior aos seus estabelecimentos, pois, se perguntarem aquela dona de casa que sai às cinco da manhã, pega dois ônibus e segue ao trabalho se as condições de transporte público melhorou, certamente receberão uma resposta atravessada e cheia de outras tantas reclamações dos serviços prestados pelo governo de seu estado e do país.

Mas diante de tudo isso, ainda somos enganados e iludidos pelas grandes emissoras de TV que por investirem milhões em direitos de transmissão certamente tem a obrigação de nos fazer acreditar que torcer é algo positivo e que de fato devemos “agradecer” aos políticos desse país por se preocuparem tanto com as condições de saúde, trabalho e educação.

Não sou e não gosto de pessoas pessimistas e que não acreditam nas pessoas e coisas que circundam nossa existência, porém, não me peçam para crer na boa vontade e na intenção patriota desses “sangue-sugas” e “mensaleiros” que permanecem administrando e assaltando nossos cofres todos os dias. Não precisamos ir além das montanhas de Minas Gerais e nem dos mares dos litorais do Brasil pra ver o quanto ainda estamos atrasados e derrotados na questão de garantir serviços básicos aos brasileiros que bancam e pagam a conta desses V-A-G-A-B-U-N-D-O-S que passeiam por Brasília. Basta que possamos olhar com a coragem de uma nação pensante e que sejamos extremistas com relação a obrigar ações honestas e corretas por parte dos políticos deste país.

O Brasil já perdeu essa copa do mundo justamente por ser “do mundo” e não nossa. O Brasil já foi derrotado não pelas seleções dos quais vai enfrentar nessa competição bilionária e fraudulenta, porém, pelos irresponsáveis que sabedores das condições frágeis da fiscalização por parte da justiça e da pouca força dos bons políticos desse país alimentaram essa idéia torpe e ilusória. Não sou contra o futebol e muito menos ao esporte que é uma paixão mundial. Sou contra a falta de tratamento prioritário a grande massa desse país. Sou contra a demora no atendimento público de saúde. Sou contra a alegação mentirosa de falta de recursos para a melhoria do ensino publico desse país. Sou ainda mais contra aos aumentos de impostos que são diários e o aumento nas taxas de juros que come grande parte dos recursos que através de muito trabalho e suor cada um de nós conseguimos.

Pena que sou uma fração muito pequena da qual discorda e não contempla essa copa do mundo. Pena que milhões de brasileiros ao primeiro apitar do juiz esquecerão todos os bilhões gastos e parte desses bilhões roubados por políticos, empreiteiras e outros interessados na vinda dessa competição ao país. Uma pena que, pós a copa do mundo, talvez nem com a taça fiquemos, mas certamente com a conta pra pagar e com a certeza de que milhões permanecem com péssimos serviços e a cara de besta de sempre e poucos, muito poucos com milhões em suas contas e a certeza da impunidade nesse país.

A culpa de quem é? Nossa! Simplesmente nossa. Um país onde sua nação se mobiliza de forma grandiosa com o final de uma novela e não move uma pestana com a roubalheira que acontece na capital da federação. Boa sorte ao Brasil! Alto lá! Não estou desejando sorte a seleção e sim a nação.

Não! Eu não estou desejando sorte na competição e sim no decorrer de seus dias! Vamos precisar de muita sorte! O brasileiro precisa entender que pra ser mais respeitado por países estrangeiros não precisamos de uma taça; precisamos todos nós TOMARMOS É VERGONHA NA CARA QUE NÃO É DE PAU E SIM DE PALHAÇOS. O “gigante” de fato existiu? Boa sorte Brasil!

ENTRE NA REDE FATO!