O que você vai ser em 2015? – Por Wellington Netto

Se pensarmos que temos tantos sonhos e que muitos deles não se concretizaram em 2014 poderíamos até desistir, poderíamos nos cansar ao pensar e definir não enfrentar novamente esse processo muitas vezes doloroso e arredio que é vencer na vida e realizar nossos sonhos. Minha gente, 2015 nos convida a sermos mais maduros. Deixarmos de desculpas e assumirmos que estamos em muitos momentos perdendo tempo. Gastando energia com pessoas e coisas que na verdade lá no fundo sabemos que não agrega valor algum. Dedicando atenção a pequenas, porém, desgastantes situações.

Vamos racionalizar nossas emoções, sei que isso não é possível com todas, porém, ao menos tentemos. Façamos uma auto-avaliação de como fomos em 2014 e de como esperamos atuar em 2015. Vamos lembrar que nossa maior empresa é e sempre será nossa própria vida. Se nós imaginarmos que abrindo mão de um pouco de tudo aquilo que nos consome tempo e energia teremos mais ânimo para voltarmos nossos olhares ao que realmente importa. Sendo bem franco; para de imaginar que aquela relação tão cheia de problemas vai dar certo. Para de acreditar que ele vai mudar. Será que você acredita mesmo que ela vai controlar o ciúmes? Que ele não vai mais mentir mais pra você? Então! Cai fora disso! Abandona mesmo na certeza de que vai doer essa vida parasitária que muitas vezes eu e você nos condicionamos a ter. Por insegurança, por angústia do não viver e por medo da pseudo solidão. Se jogue no trabalho. Se lance no projeto de ser o melhor profissional que você pode ser. Não teremos tudo na vida. De alguma forma algo ficará sempre em nós como um vazio existencial, porém, diante da sociedade que atualmente interagimos, sofrer com grana no bolso facilita a vida de qualquer um.

Acabo afirmando que sofremos com dignidade. Não quero aqui dar ao dinheiro o valor que não lhe deve ser dado existencialmente, porem, aprendi na prática que ele pode ser uma ótima companhia em momentos de “pé na bunda”. Sabe aquela amizade que só te joga pra baixo? Então, se afasta! Você pode suportar viver sem essa pessoa do lado. Na verdade você sabe que essa amizade não agrega, mas aceita conviver pelo simples fato de imaginar que apenas essa pessoa suporta ouvir seus murmúrios repetitivos e já cansativos até pra você. A pergunta que devemos nos fazer é : O que eu quero ser e pra onde quero seguir em 2015? O que fazer com meus sonhos? Meus planos? Meus projetos? Encarar a realidade de que realizá-los não é fácil e mesmo assim seguir na busca de concretizar cada um deles ou desistir? Escolha por você! Escolha por tudo aquilo te faz feliz. Tudo aquilo que ao longo da vida nos tornamos passa pelo campo das escolhas. Cada conquista e cada derrota passa pelo campo das escolhas. Afasta-te de pessoas, coisas e situações que te afligem, que consomem suas energias além da conta e te fazem literalmente perder tempo. Prepara seu terreno pra que a semente seja boa.

E repito sem medo de errar que mesmo o terreno sendo bem preparado, é preciso cuidar pra que a semente que você vai escolher semear também seja boa. Coloque no papel tudo aquilo que deseja ter, fazer, conquistar e obter. Passe seus sonhos do campo mental para o campo material já os colocando projetadamente no papel.

Quem organiza os dias, quem planeja suas ações e otimiza suas escolhas obtém resultados melhores do que aqueles que seguem seus dias sem direcionar foco e energia. Em 2015 não pense em apenas ganhar dinheiro. Em 2015 pense em ser o melhor que você pode ser em todas as áreas, pois, quando fazemos aquilo que amamos, determinamos desde o início fazer o melhor, e numa cadeia de ações fazendo o melhor seremos vistos e aos poucos colocados como referência. Se visamos apenas o dinheiro, se deixamos o sonho de lado, se comercializarmos nossos sonhos, ao primeiro problema e na ausência da chegada do valor esperado vamos desistir.

Todos temos talentos, todos temos capacidades e habilidades que podem muito bem nos trazer satisfação e promover um ganho significativo. Tudo depende de quanto tempo vamos escolher dedicar aos nossos sonhos e projetos. Por mais que estejamos conectados com o mundo de forma direta e nossas ações dependam de outras, tudo passa inicialmente por nossas mãos, tudo ao final depende e aguarda nossas escolhas. Serão nossas escolhas, as famosas e por vezes odiadas escolhas que definiram sempre quem seremos e pra onde iremos. Quer ser mais feliz em 2015? Aprenda a refletir mais e com isso fazer melhores escolhas. Tudo passa pelo campo das escolhas. Já dizia Willian Shakespeare em Hamlet:
“Ser ou não ser, essa é a questão: será mais nobre suportar na mente as flechadas da trágica fortuna, ou tomar armas contra um mar de obstáculos e, enfrentando-os, vencer? Morrer — dormir, nada mais; e dizer que pelo sono se findam as dores, como os mil abalos inerentes à carne — é a conclusão que devemos buscar. Morrer — dormir; dormir, talvez sonhar — eis o problema…”. E agora? O que escolhermos? Definhar nossos sonhos e desejos no medo silencioso de não nos movermos ou alimentar nossos sonhos por escolhas e ações que sejam sementes germinantes?

Em 2015 assim como em todos os outros anos tudo só depende de nossas ações e de nossas escolhas. Não somos refém do destino e nem vítima das circunstâncias. Somos definitivamente resultado de nossas escolhas. Tenha maturidade de compreender isso e reconhecer que erramos e a partir daí será tirado de nossos rostos o véu do orgulho, pois, é este véu que atrapalha nosso caminhar e nossa evolução em todas as áreas da vida. Um lindo ano meus queridos leitores. Nossas conversas neste ano serão produtivas e no sentido de alimentarmos nossos sentimentos de Fé, Coragem e Força. Contem comigo. Feliz 2015!!!! E por falar em feliz esse será nosso próximo tema. FELICIDADE! Beijos e Luz amados.

ENTRE NA REDE FATO!