Seja os olhos de alguém!
Por Rafaela Namorato
rafaela-namorato-2

Rafaela Namorato é Jornalista, Especialista em Assessoria de Comunicação, Gestão da Comunicação nas Organizações e Pós Graduanda em Gestão de Pessoas e Coaching. É uma verdadeira apaixonada por internet e pela mídias sociais. Além disso é dona do Boteco Feminino.

Talvez a visão seja o sentido que mais utilizamos durante a vida. Já imaginou como seria se você não pudesse enxergar nada ao seu redor? Apesar de conseguirmos compensar a falta da visão com os outros sentidos, não seria nada fácil fazer determinadas coisas. Concorda? Pois saiba que no Brasil existem cerca de 1,2 milhões de pessoas vivendo nesta condição. A boa notícia é que de alguma forma nós podemos ajudá-las.

                Você já ouviu falar no aplicativo Be My Eyes? Ele foi criado pelo dinamarqês, Hans J. Wilberg, que é deficiente visual, e nos dá a oportunidade de “emprestar” nosso olhar às pessoas que também possuem esta deficiência. Com o app podemos auxiliá-las em tarefas que para nós são bastante simples, como checar o preço de produtos, verificar os prazos de validade, ler uma placa na rua, entre tantas outras coisas.

                O Be My Eyes nasceu de uma inspiração no Face Time e utiliza pura e simplesmente os sistemas de vídeo e voz do dispositivo móvel, assim como o Skype. Desta forma, ele promove a interação entre os voluntários e os deficientes visuais.                 Ao instalar o Be My Eyes o usuário escolhe entre “Voluntário” ou “Deficiente Visual”.

                No primeiro caso, o voluntário cadastrado recebe uma notificação no celular sempre que alguém necessitar de ajuda. A partir daí, ele descreve através da voz a imagem que aparece em sua tela. Tudo muito simples e muito rápido!

Caso o voluntário não responda à notificação a tempo, a chamada é encaminhada automaticamente para outro voluntário. Desta forma, o usuário terá sempre alguém para ajudá-lo a qualquer momento.

No caso do cadastro de deficientes visuais, eles serão direcionados para uma tela onde poderão tocar em qualquer lugar para fazer a solicitação de ajuda. Ao ter a solicitação atendida ele, com a orientação do voluntário, deverá posicionar a câmera na direção do objeto ou situação que ele queira que seja descrita.

É importante salientar que toda a utilização para os deficientes visuais é feita de maneira bem intuitiva, não havendo maiores transtornos.

Outro detalhe interessante é que o Be My Eyes gera uma pontuação para os voluntários; quanto mais pessoas você ajuda, mais pontos você ganha. Isso faz com que haja um maior engajamento com a proposta do aplicativo. Ele informa também quantas pessoas estão cadastradas como voluntários, como deficientes visuais e quantas chamadas já foram registradas.

O único porém, no entanto, é que mesmo o app sendo gratuito ele está disponível apenas para smartphones iOS, o que pode limitar o acesso à ferramenta devido ao alto valor dos aparelhos com este sistema operacional. Mas, vale ficar na torcida para que ele também seja desenvolvido para aparelhos com Android. Assim, um númeor muito maior de pessoas poderão ajudar e serem ajudadas!

                Então, se você tem um smartphone iOS não deixe de baixar o aplicativo e fazer parte desta corrente do bem! E se conhece alguém com alguma deficiência visual, apresente a ele o Be My Eyes, tenho certeza que essa pessoa vai te agradecer pra sempre!

                Até a próxima!

ENTRE NA REDE FATO!