Traficante do Bairro Cidade Jardim oferece suborno de R$ 28 mil para a Polícia Civil e é preso também por corrupção ativa
Marcio já possuía passagem por tráfico de drogas em 2008. Após prestar depoimento na DP, ele foi direcionado ao Presídio de Ubá.

Marcio já possuía passagem por tráfico de drogas em 2008. Após prestar depoimento na DP, ele foi direcionado ao Presídio de Ubá. Foram apreendidos 1 quilo e 840 gramas de maconha, uma balança de precisão, R$ 30,00, um veículo Gol, um veículo Saveiro e uma motocicleta.

Nesta terça-feira (4), a Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou uma operação antidrogas no Bairro Cidade Jardim, culminando na prisão de Marcio Moreira Malta (53), vulgo “Marcinho Batuta”, pelos crimes de tráfico de drogas e corrupção ativa.

Durante a ação policial, foram apreendidos 1 quilo e 840 gramas de maconha, uma balança de precisão, R$ 30,00, um veículo Gol, um veículo Saveiro e uma motocicleta. Para a surpresa da equipe de policiais, ao chegar na Delegacia, o suspeito ainda ofereceu ao Delegado de Polícia, Dr. Rafael Gomes de Oliveira, e sua equipe de investigadores, a quantia de R$ 28 mil para não ser preso. Toda a interação foi filmada pelos agentes que deram voz de prisão em flagrante delito pelo crime de corrupção ativa.

 “A nossa equipe, graças a Deus, a Policia Civil de Minas Gerais, a gente não se corrompe, a gente não compactua com isso. É por causa de pessoas como você que o Brasil está desse jeito. Então, por isso, por você oferecer dinheiro para gente, você está preso na corrupção ativa também. Eu não tenho preço, meus investigadores não têm preço, a Polícia Civil de Minas Gerais não tem preço”, alegou o Delegado Dr. Rafael em resposta ao criminoso durante o vídeo gravado.

Marcio já possuía passagem por tráfico de drogas em 2008. Após prestar depoimento na DP, ele foi direcionado ao Presídio de Ubá.

ENTRE NA REDE FATO!