Revista Fato

menu Menu

10 dicas para lidar melhor com a Ansiedade

Publicado por: , em 02/02/2021 - Categoria: COLUNAS

Tempo de leitura: 4 minutos

Imagem: Internet

 

A ansiedade é uma reação natural do nosso corpo. É uma expectativa apreensiva com relação ao que está por vir. Funciona como um mecanismo de sobrevivência para lidar com as situações de perigo. Todos experimentamos a ansiedade em algum momento do dia. Como exemplo, situações nas quais precisamos falar em público, em entrevistas de emprego ou quando esperamos por uma notícia. Até certo ponto, a ansiedade é positiva, porque nos leva a uma organização prévia, nos impulsiona a agir. Mas ela se torna um problema quando os sintomas são frequentes e intensos. Há uma grande diferença entre o sentimento passageiro de ansiedade e o transtorno de ansiedade generalizada. Você sabe diferenciá-los? O sentimento de ansiedade é passageiro. Ele surge quando nos encontramos em situações que nos causam inquietação. Alguns exemplos são, as primeiras experiências, enfrentamento de medos e falar em público. É possível senti-lo por um período maior em algumas circunstâncias, como um projeto complexo e de longa execução no trabalho. Essas situações sobrecarregam o nosso emocional, mas, após a sua conclusão, nos sentimos melhor. Já o transtorno de ansiedade generalizada é uma doença psicológica caracterizada pela preocupação excessiva. Fantasias de cenários desastrosos antes mesmo da situação se desenrolar são comuns, assim como o medo e a insegurança. A pessoa está sempre em alerta, esperando o pior. Os sintomas do transtorno são uma mistura de manifestações físicas, psicológicas e emocionais, como tremores, suor em excesso, dores de cabeça, falta de ar, desconforto gástrico, náusea, taquicardia, pânico, irritabilidade, tensão, compulsão alimentar, dificuldade de concentração, entre outros. Eles aparecem com maior intensidade durante uma crise. A maior diferença entre eles é clara: o primeiro é um estado emocional ligado à uma situação específica. Já o segundo é crônico e, eventualmente, se torna parte da identidade da pessoa. Este transtorno, entretanto, possui tratamento. O acompanhamento psicológico auxilia no entendimento dos sintomas e das causas para a ansiedade, além de buscar estratégias de enfrentamento e eliminação dos sintomas tão desconfortáveis que este problema pode causar.

Seguem algumas dicas para lidar com a Ansiedade:

Crie uma rotina

Ter uma rotina pode te ajudar a ter maior controle do seu dia e usar a previsibilidade como algo que ajude a administrar as suas horas.

Reserve um tempo para você

Cuidar de você todos os dias com pequenas atitudes, atividades pode fazer toda a diferença no seu dia. Criar hábitos de dedicação a você ajuda a lidar melhor com as dificuldades, surpresas e situações desconfortáveis.

Diminua a autocobrança

Aprender a ter cuidado com as metas e cobranças exageradas. Não dá pra dar conta de tudo o tempo todo. Verifique o que é possível fazer naquele dia, afinal tem dias que temos mais energia e outros não. Respeitar os nossos limites faz bem.

Pratique o autocuidado

Alimentação: Planejamento é a forma mais prática de conseguir ter um alimentação mais saudável e equilibrada. Temos que nutrir o nosso corpo e os nosso pensamentos com alimentos que possam ajudar na sua saúde física e mental.

Exercícios físicos: Estes estimulam a produção de substâncias com o endorfina e oxitocina, que auxiliam a relaxar, trazendo bem estar e melhorando o humor. Estas ajudam na redução da ansiedade e melhoram a saúde física.

Cuide da qualidade do sono

A privação de sono pode ocasionar efeitos negativos na saúde mental, estudos dizem que essa provação pode levar aumento de ansiedade em indivíduos saudáveis.Caso você tenha problemas com o sono, você terá maiores dificuldade de lidar com o sintomas da ansiedade, possibilitando a piora deles.

Tenha um tempo de qualidade com família e amigos

Os nossos relacionamentos familiares e sociais são importantes para nos ajudar a lidar com os momentos difíceis e estressantes da vida. Ter uma rede de apoio e fazer parte de um grupo auxilia o sentimento de pertencimento e de valorização pessoal.

Mantenha um hobby

Ter um hobby é importante para auxiliar na redução de tensões do dia, além de ser uma forma de se dedicar a si. O hobby pode ser qualquer atividade feita que traga satisfação e momento de alegria. Deve ser alguma atividade prática, com a qual você se identifique como: cozinhar, fotografar, práticas de esporte, leitura, escrita, dançar ou assistir filmes e séries.

Desenvolva o autoconhecimento 

O processo de autoconhecimento pode ser uma ótima ferramenta para identificar o que nos deixa ansiosos e como lidar com esses gatilhos.

Essas dicas são importantes para ajudar a lidar com os sintomas de ansiedade, mas não substituem a busca de um profissional especializado para lidar de uma forma mais assertiva e propicia para cada pessoa.

A psicoterapia pode ser uma ferramenta poderosa para a busca dos gatilhos da ansiedade que estejam afetando a sua vida. Aprender a lidar com a ansiedade é uma forma importante para conseguir ter melhores resultados em todos os fatores da vida.

Juliana Ibrahim

Psicóloga e Sócia Proprietária da Clínica Semper. Especialista em Recursos Humanos, atendimento clínico presencial e online. Terapia Cognitivo Comportamental. CRP - 04/41186 (32) 99938-1024