Revista Fato

menu Menu

Minhas redes, meu mundo

Publicado por: , em 27/02/2020 - Categoria: COLUNAS

Tempo de leitura: 1 minuto

Nós da área da educação, que trabalhamos com todas as faixas etárias, temos o dever de acompanhar, orientar e alertar nossos alunos para o lado negativo e perigoso das redes sociais. Precisamos estar atentos a alguns jogos propostos, fake news, perfis falsos e cyberbulling, os quais comprometem toda a real importância que a web pode oferecer.

O relógio do mundo atual voa cada vez mais rápido e essa velocidade faz com que não percebamos a vulnerabilidade de invasores, que buscam negligenciar não só a nossa privacidade, como distorcer o objetivo real da era digital. Portanto, vamos ter mais atenção para que nossas redes sociais sejam canais de interação segura, que só reflitam positivamente valores ao nosso mundo.

Juntos, somos mais.

Luiz Cláudio e Antonieta Travassos

Luiz Cláudio da Silva Travassos, empresário, coordenador pedagógico e professor de inglês, há mais de 15 anos na franquia do CCAA, em Ubá; Antonieta da Costa Travassos, coordenadora administrativa, há mais de 15 anos na franquia do CCAA, em Ubá;