Revista Fato

menu Menu

A importância da alimentação no aumento da imunidade

Publicado por: , em 15/04/2020 - Categoria: COLUNAS

Tempo de leitura: 1 minuto

A alimentação e o estilo de vida têm grande impacto à nossa imunidade, dependendo do que me alimento e como levo minha rotina tudo vai interferir para eficiência ou ineficiência do meu sistema imunológico.

Portanto, com o objetivo de melhorar a eficiência do nosso sistema imune, devemos comer comida de verdade, destacando nutrientes como:
.
• Vitamina D: presente em peixes, por exemplo.
• Vitamina C: presente nas frutas cítricas, frutas vermelhas, brócolis, goiaba, etc.
• Antioxidantes presentes em vegetais, frutas e legumes.
• Vitamina A: presente na cenoura, espinafre, mamão, manga.
• Vitamina E: presente no azeite de oliva extra-virgem, abacate, castanhas.
• Zinco: presente na amêndoa, nozes, castanhas, cereais integrais.
• Ômega 3: presente nos peixes, chia, linhaça, entre outros.

• Selênio: presente na castanha do Pará

Uma boa alimentação rica em vegetais, fibras, uma boa mastigação, ingestão de água tudo contribuirá para a saúde intestinal que está diretamente relacionada à imunidade, como já falamos anteriormente.

O estilo de vida também tem seu papel! Ansiedade, pânico, medo, estresse contribuem para o aumento do hormônio cortisol, este por sua vez, contribui para ineficiência do sistema imune. Por este motivo, é fundamental praticar atividade física, dormir bem e manter a tranquilidade através de práticas de meditação, respiração e yoga, por exemplo.

Pessoas com hipertensão, diabetes, doenças do coração, câncer, doenças respiratórias, doenças autoimunes devem redobrar os cuidados com alimentação e estilo de vida.

Fernanda Soares

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF); Título de Atualização em Nutrição Clínica pela Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN); Pós Graduanda em Nutrição Clínica Funcional pelo Centro de Nutrição Funcional VP.