Revista Fato

menu Menu

Campanha Janeiro Branco: você conhece?

Publicado por: , em 04/01/2021 - Categoria: COLUNAS

Tempo de leitura: 3 minutos

Janeiro Branco é o nome de uma campanha, ainda nova, mas que merece muita atenção. Iniciada em 2014, ela tem o objetivo de mobilizar toda a sociedade sobre as questões referentes à saúde mental, ainda tão cercada de tabus.

Saúde mental é um assunto ainda pouco discutido pela sociedade, porém isso deve mudar. Ela deve ser compreendida em seu sentido mais amplo, como um estado de equilíbrio que proporciona bem-estar não somente ao indivíduo, mas à sociedade como um todo. A campanha do Janeiro Branco objetiva evidenciar o tema da saúde mental durante o primeiro mês do ano, para que as pessoas tenham consciência de seu real significado e importância.

Não foi por acaso que o mês de janeiro foi escolhido para esta campanha. Isso se deu pela simbologia do recomeço, da reconstrução e da possibilidade de mudança.  Em janeiro, as pessoas têm culturalmente a ideologia do novo começo, dos novos planos e novo estilo de vida, e os idealizadores da campanha querem incentivar que a saúde mental esteja também entre a lista de questões a serem revistas com a virada do ano. Além disso, há também muitas pessoas que passam por um sentimento de melancolia ao fim do ano, estando, por isso, fragilizadas no período em que ocorre a campanha, um momento ideal para buscar ajuda profissional e começar a cuidar da mente.A cor branca foi escolhida, pois representa um quadro ou um papel em branco, no qual cada um pode reescrever a sua história e também onde será escrita uma nova história da saúde mental, sem os tabus e preconceitos que a cercam.

Segundo dados dos Ministérios da Saúde de diversos países e da Organização Mundial de Saúde (OMS) -, são crescentes e alarmantes as taxas de suicídio, depressão e ansiedade em todo o mundo. Quadro este possivelmente agravado pelos efeitos da realidade vivenciada em 2020, devido à pandemia do COVID-19 e suas consequências. A campanha Janeiro Branco apresenta-se como uma ação preventiva em relação a essas graves questões e, principalmente, como uma importante ferramenta para promoção da saúde mental nas vidas das pessoas, construindo, fortalecendo e disseminando uma “cultura da saúde mental” na humanidade.

Assim, pode-se dizer que, a campanha Janeiro Branco propõe-se a fazer do mês de janeiro um mês dedicado às reflexões, às orientações e ao planejamento de ações estratégicas que deixem em evidência os debates acerca da saúde mental nas vidas das pessoas e em todos os ambientes em que elas estejam – e, em especial, daquelas pessoas que nunca tiveram a oportunidade de entrar em contato com essas reflexões, orientações e ações, afim de despertar a atenção da sociedade para a importância dos cuidados referentes a estas questões.

É preciso falar sobre saúde mental, desconstruir a ideia de que ir ao psicólogo é sinônimo de loucura ou motivo de vergonha. Buscar ajuda psicológica não significa perder o controle de sua vida, pelo contrário, significa manter-se no controle, compreender a si e suas limitações e buscar formas de lidar com elas e se superar. Ao promover saúde mental, consequentemente promovemos uma sociedade mais saudável, segura e agradável.

Juliana Ibrahim

Psicóloga e Sócia Proprietária da Clínica Semper. Especialista em Recursos Humanos, atendimento clínico presencial e online. Terapia Cognitivo Comportamental. CRP - 04/41186 (32) 99938-1024