Revista Fato

menu Menu

Começou a correr? Fique atento nas principais lesões

Publicado por: , em 15/07/2020 - Categoria: COLUNAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Recentemente houve um aumento significativo no número de praticantes da corrida devido às restrições quanto à prática de outras atividades. Esse tipo de exercício apesar de apresentar diversos benefícios, principalmente cardiovasculares, gera uma grande sobrecarga para articulações.

Um erro comum principalmente dos corredores iniciantes é não se preparar e não buscar orientações antes de começar a prática esportiva. A prevenção é fundamental para evitar lesões, sendo que os principais fatores a serem considerados são volume de treino, tipo de terreno da corrida e de calçado,  fortalecimento muscular, hidratação e suporte nutricional.

O desrespeito com a preparação física ao realizar essa atividade pode gerar consequências. As lesões mais frequentes dos corredores são:

Fascite plantar

Inflamação dos tecidos que revestem a sola do pé. É uma das lesões mais frequentes acometendo 1 a cada 5 corredores. A principal queixa é dor na primeira pisada e mais intensa pela manhã.

Canelite

Inflamação dos tendões e músculos da perna. Nesses casos, o corredor se queixa de dor na “canela” durante o ato esportivo.

 Tendinite de Aquiles

Uma outra inflamação que acomete o tendão de Aquiles. Nesse caso, a dor se concentra no calcanhar e na fase inicial ao subir e descer escadas, mas depois pode estar presente inclusive no repouso.

 Lombalgia

A “dor nas costas” também é outra queixa frequente. Durante a corrida a musculatura lombar e do tronco é fundamental para manter uma posição correta, por isso, ao se realizar o exercício de uma forma equivocada irá sobrecarregar essa musculatura.

Fratura por estresse

Essa lesão é definida por um desgaste ósseo causado por esforço repetitivo e com grande intensidade. Ela ocorre principalmente no fêmur e na tíbia e se não tratada pode evoluir para uma fratura completa do osso.

Dr. Guilherme Morgado

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro; Residência médica em Ortopedia e Traumatolgia no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia ( INTO); Especialização em Cirurgia de Pé e Tornozelo pelo INTO; Membro do Corpo Clínico do Hospital Santa Isabel ; Membro do Grupo de Cirurgia de Pé e Tornozelo do Hospital Estadual de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu.