Revista Fato

menu Menu

Diferença entre Arquitetura e Engenharia Civil

Publicado por: , em 11/05/2021 - Categoria: COLUNAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Foto: Arquivo Pessoal

Não é fácil responder qual a diferença entre arquitetura e engenharia civil, porque elas são profissões que atuam em áreas que se relacionam profundamente.

Ou seja, são profissões que caminham juntas, lado a lado, mas com as suas diferenças. Isso já fica evidente desde a formação acadêmica – com focos diferenciados – e acaba se estendendo para a vida.

A diferença entre Arquitetura e Engenharia Civil pode ser entendida por uma atuação em conjunto no trabalho da construção de casas, prédios e obras públicas. O engenheiro acaba lidando com o aspecto mais técnico disso tudo, como o conhecimento sobre a resistência dos materiais e cálculos de estrutura. Ainda que existam arquitetos que fazem essa parte mais técnica. (Visto que é permitido pelo conselho). Já o arquiteto está mais voltado para a parte estética e funcional desses lugares.

Enquanto o engenheiro civil é responsável por implantar o projeto, pensando na parte elétrica, hidráulica e estrutural, analisando as condições do solo, definindo a fundação e fazendo o cálculo de como devem ser vigas, colunas e lajes, o arquiteto planeja a utilização do espaço, projetando o tamanho de cada ambiente, o lugar mais indicado para as portas, janelas e a posição da iluminação.

As disciplinas aprendidas na faculdade também são distintas. No curso de Arquitetura, o aluno tem mais contato com as Artes e Humanidades, com algumas noções de cálculos e projetos de estrutura. No curso de Engenharia Civil, o estudante tem uma grade curricular que explora bastante a Matemática e a Física.

O curso de Arquitetura e Urbanismo forma profissionais aptos a projetar e coordenar a construção de casas, prédios e espaços internos e externos, conforme a parte estética, funcional e de conforto. A formação permite que o arquiteto faça projetos sempre considerando aspectos como iluminação, acústica, ventilação e disposição dos objetos. A atuação acaba sendo em conjunto com o engenheiro, para acompanhar os trabalhos e gerenciar custos.

 

Leticia Abrahão

Arquiteta e Urbanista, bacharel pela Uniacademia-JF. Leonina, mineira, 24 anos. Durante a Faculdade me apaixonei pelo curso e pelo conforto ambiental (Acústico, Térmico e Lumínico). Atualmente acredito que uma boa arquitetura é feita do convívio harmônico entre o homem e a natureza, sendo assim, resolvi me especializar em arquitetura Bioclimática na PUC MINAS.  Atuo no mercado de trabalho como autônoma e acredito ser uma das missões dos arquitetos traduzir os anseios de uma geração sem prejudicar as gerações futuras. Busco em meus projetos pensar que a humanidade e a natureza coexistem nesse planeta. Com projetos que vão da simplicidade a sofisticação, busco conquistar a satisfação dos meus clientes.