Revista Fato

menu Menu

Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio

Publicado por: , em 06/09/2021 - Categoria: COLUNAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Foto: Pixels

Foto: Mads Nissen

Campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar a cor ao mês, que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro).

 

Foto: Pixels

Foto: discovery Brasil

No Brasil, atualmente 32 pessoas por dia tiram a própria vida. Então, é preciso derrubar essa barreira e conversar sobre “suicídio”. Falar com responsabilidade, adequação e alinhamento; para que a prevenção seja eficaz.

Devemos observar quem está próximo da gente e suas mudanças de hábitos (isolamento, desânimo, descuido com a aparência ou piora no desempenho em escola ou trabalho, por exemplo). A ajuda pode vir de um amigo, parente, colega de trabalho ou escola, professores, médico assistente.

Na Dermatologia, algumas condições podem trazer quadros de depressão, estresse, distúrbios de sono e até desejos suicidas. Estudo publicado em 2020: “Avaliação dos índices de depressão, estresse e qualidade de vida em portadores de dermatite atópica”: aponta que indivíduos afetados com dermatite atópica apresentam frequentemente sintomas de depressão, estresse e comprometimento na qualidade de vida. Com destaque para os pacientes que têm muito prurido (coceira).

Outro estudo “Estabilidade de quatro anos da personalidade tipo D em pacientes com psoríase moderada a grave e suas implicações para o comprometimento psicológico” de 2021, destaca que psoríase é uma doença autoinflamatória sistêmica relacionada a risco aumentado de comorbidades orgânicas e psicológicas.
.
Para finalizar, gostaria de citar os pacientes com alopecias. Pode ser a Areata, a Androgenética, as Cicatriciais e outras. Cabelo não é apenas estética, mas faz parte de nós sim. “O impacto psicológico e social dos cabelos vai além de seu significado biológico. Diagnósticos psiquiátricos como depressão, ansiedade, distúrbios de ajuste e paranoicos foram relatados em até 78% dos pacientes com alopecia areata. A alopecia areata é a segunda dermatose mais referendada aos psiquiatras por dermatologistas, ficando atrás apenas da psoríase.” Referência: Consenso sobre tratamento da alopecia areata. Ramos PM et al. 2020.

Vamos falar abertamente sobre o “suicídio”, não tenha vergonha. Peça ajuda. Eu estou aqui também e posso te ouvir. Acesse o site https://www.setembroamarelo.org.br lá você encontra telefones para ligar e vários materiais de apoio.

Vamos cuidar uns dos outros. Lembre- se que você não está sozinho (a).

Foi ótimo conversar com você, um abraço! Dra. Sumaia Jacob Dermatologista CRM-MG64197 | RQE 49293

Sumaia Jacob

DERMATOLOGIA CLÍNICA – TRICOLOGIA – COSMIATRIA Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) Doenças dos Cabelos e Unhas (Tricologia e Onicoses) pela TricoMed- Núcleo de Pesquisa e Aperfeiçoamento Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (2014). Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em DERMATOLOGIA. POSSUI TÍTULO DE ESPECIALISTA EM DERMATOLOGIA. MEMBRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA (SBD) E MEMBRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA (SBCD). SUMAIA SOARES JACOB